Revista Acontece Regional

Aprenda a calcular comidas e bebidas para os convidados

Saiba o que é preciso levar em conta na hora de contratar o buffet da festa

Do jantar ao brunch, do almoço ao coquetel: as quantidades de comida a servir e bebidas para acompanhar em uma festa de casamento devem levar em conta uma série de fatores. Afinal, não pode faltar e nem sobrar demais. Na hora de planejar o evento, os noivos precisam ter em mente o horário, a duração, O clima e até a estação do ano em que a festa será realizada antes de contratar o serviço de buffet, que está entre os itens mais importantes da celebração.

O tipo de festa é um dos fatores primordiais para calcular quais comidas e bebidas serão servidas. Uma garrafa de vinho tinto, por exemplo, não combina com uma festa de casamento na praia, assim como pratos pesados não ficam bem em um pequeno coquetel antes do almoço. O perfil dos convidados e tipo de serviço também devem ser levados em conta antes da escolha, calculando a quantidade de jovens, homens e mulheres. Na maioria das vezes, os jovens comem mais do que as pessoas mais velhas. No caso das crianças, a cada duas se considera o cálculo de um adulto.

Na seleção das bebidas, champanhe ou prosecco não podem faltar para o brinde. A opção de vinho, tinto ou branco, depende do cardápio eleito – carne branca ou vermelha. Água e refrigerantes não devem ficar de fora. Já para servir cerveja, a dica é avaliar o perfil dos convidados e optar por servi-la no bar, evitando que seja passada na bandeja e esquente.

Quantidade por pessoa

A melhor maneira de não errar nas contas é calcular a quantidade de gramas de alimentos por pessoa. A Revista Acontece Regional calculou as quantidades, com as dicas de especialistas no assunto, e agora divide com você!

Almoço ou jantar

Proteína (carnes): 200g por pessoa;

Guarnição: 150g por pessoa;

Sobremesa: 150g por pessoa;

Massa: 120g por pessoa;

Salada: 25g por pessoa.

Depois disso, vem a eleição do menu e a degustação dos possíveis pratos para o casamento. É bom levar os pais ou sogros para todos opinarem no cardápio do casamento. Normalmente, a mesa de doces é unanimidade e os quitutes são expostos em um espaço especial. O cálculo para uma boa mesa deste tipo é de cinco a seis doces por pessoa, já pensando em uma reposição.

Normalmente, neste cálculo há uma pequena sobra de comida, já que não é possível estimar um número exato do que será consumido. No caso das bebidas, o cálculo é uma garrafa de champagne para duas pessoas e uma garrafa de vinho tinto para quatro pessoas, durante o verão.

No inverno, uma garrafa de champagne serve de três a quatro pessoas e uma garrafa de vinho, duas pessoas. Se as bebidas não forem alcoólicas, como água ou refrigerante, pode ser calculado 400ml de refrigerante e 200ml de água por pessoa.

 

Compartilhe isso:

Adicionar comentário

http://www.faal.com.br