Revista Acontece Regional

Cães e gatos também precisam usar filtro solar

Animais têm pele mais sensível e são extremamente vulneráveis aos problemas causados pelo excesso de sol, como queimaduras e câncer

Assim como os humanos, cães e gatos necessitam de banhos de sol para a síntese da vitamina D. O que pouca gente sabe é que eles também precisam usar filtro solar antes de sair de casa, especialmente durante o verão. Pode até parecer frescura, mas os pets são extremamente vulneráveis a queimaduras e câncer de pele. Isso porque a pele deles é mais sensível à radiação solar do que a nossa.

Há protetores próprios para eles em lojas especializadas, mas os para humanos também podem ser usados, preferindo os indicados para peles sensíveis ou infantis sem zinco – a substância é tóxica para animais pode levar a problemas gastrointestinais em cães e gatos. O filtro deve ser usado em regiões com menos pelo ou sem pelo, como focinho, lado interior das orelhas, barriga e patas. É necessário maior cuidado com os amigos de quatro patas com pelo curto (da raça ou tosado) ou com pelo e mucosas claras.

O produto deve ser reaplicado a cada duas horas e o fator de proteção solar tem que ser no mínimo 30. Uma das dificuldades é evitar que os pets lambam o protetor antes que seja absorvido. Para isso, a dica é recompensar o seu pet logo após a aplicação, com palavras de incentivo, petiscos e passeios. Mas não pense que passando o protetor solar, você pode deixá-lo exposto ao sol o dia todo: coloque-o na sombra entre 10h e 15h, pois o excesso de calor pode levar seu cão ou gato à insolação/hipertermia.

Compartilhe isso:

1 comentário

http://www.faal.com.br