Revista Acontece Regional

Lista de material escolar em época de redução de gastos

Início de ano nem sempre é fácil na área financeira, pois com as festas de fim de ano e a compra dos presentes, o pagamento de impostos, como IPTU e IPVA, e a renegociação das matrículas nas escolas, é necessário pensar também na compra de uniformes e materiais escolares. Tudo isso pesa no bolso, principalmente com a recessão vivida no Brasil atualmente, que tem levado as famílias a repensarem seus orçamentos e buscarem redução de gastos.

A dica é pesquisar, pois pode haver uma grande variação de preços. Um dos produtos mais comprados são os cadernos, porém é necessário ficar atento aos preços de produtos pequenos como apontadores, lápis, borrachas, canetas esferográficas, tesourinhas, giz de cera, lápis de cor, colas, compassos, entre outros, que costumam sofrer variações numa cotação. Para se ter uma ideia, segundo pesquisa do Procon-SP de 2015, uma caneta teve valores que iam de R$ 0,40 até R$ 0,85, uma diferença de 112,5%. Surpreendentemente, a lista de algumas escolas chega a ter até 20 itens, podendo levar a um investimento médio de R$ 100 por criança. Se a família é grande, a conta fica mais alta. Ir às compras com a garotada pode deixar o cálculo ainda maior, pois se depender das escolhas deles, muitos destes objetos terão cores ou personagens, que costumam estampar cadernos e mochilas. Porém, para economizar, não existe mistério: será necessário pesquisar, buscar lojas físicas ou online com ofertas melhores. Mesmo que seja necessário comprar por partes em cada local, valerá a pena. Além disso, outra dica é fazer orçamentos em diferentes comércios e sempre pechinchar descontos antes de passar o cartão.

Compartilhe isso:

Adicionar comentário

http://www.faal.com.br