Revista Acontece Regional

Sirva com requinte e elegância!

Dicas para escolher o buffet ideal para a sua cerimônia

Ao lado da decoração e da música, a comida do casamento é um dos pontos altos da festa e deve ser escolhida com cuidado pelos noivos. Mais importante do que o que será servido, é selecionar um cardápio que tenha a cara do casal e também caiba dentro do orçamento.

Na hora de contratar o serviço, surgem várias dúvidas: vocês precisarão de garçons para servir durante a festa ou as pessoas se servirão? Quantas bebidas serão servidas? Quais os pratos disponíveis? Antes de pensar no menu, a principal dica é verificar o tempo de existência do buffet no mercado é essencial. Quando os buffets já são antigos no mercado, a preocupação é menor, pois a reputação de cada um já é bem conhecida.

Para ter mais segurança, conte com a indicação de amigos e profissionais da área. Também peça reuniões frequentes com o estabelecimento para saber se tudo está saindo como o combinado. Se o negócio for novo, não deixe de pedir um contrato detalhado sobre o serviço a ser oferecido.

Além disso, é mais indicado escolher o buffet entre seis meses e um ano antes da cerimônia. Assim, você terá tempo suficiente para cuidar de todos os detalhes e garantirá que o serviço selecionado esteja disponível na data escolhida e por um bom preço!

Hoje em dia, existem diferentes modalidades de casamento que variam de acordo com lugar, orçamento, horário e desejo da noiva. O buffet também deve ser escolhido de acordo com o estilo e o tipo de cerimônia. Veja abaixo os prós e os contras elencados pela Revista Acontece Regional para cada tipo de cardápio:  

– Brunch: mistura de café da manhã com o almoço; ideal quando realizado ao ar livre. Pode ser servido a partir das onze horas da manhã e durante toda à tarde. Estão incluídos no cardápio café, chocolate, sucos de frutas, bebidas (como vinho, champanhe ou pró-seco) pães, queijos, frios, geléias, tortas salgadas, bolos e doces. Porém, se a festa for até à noite, a noiva também terá que providenciar um outro tipo cardápio, pois o brunch não será suficiente. Do contrário, é sempre uma ótima opção!

– À americana: neste estilo, as pessoas comem em pé ou sentadas nos locais disponíveis no momento. Circula-se à vontade, o que deixa a festa mais alegre e animada. Ao escolher o menu, evite carnes ou alimentos que precisem da ajuda de facas para serem cortados. É a opção perfeita quando não há espaço suficiente para acomodar todos os convidados nas mesas. O serviço de buffet fica disponível durante todo o evento.

– À francesa: jantar nas mesas. O prato principal é oferecido em travessas para que o convidado se sirva; e as entradas e as sobremesas são servidas no prato. É o serviço mais requintado. Não existe opção melhor para quem prefere algo tradicional e sofisticado; e é indicado para quem tem convidados mais formais. Porém, muito solene, o estilo não combina tanto com o brasileiro, que não tem paciência de ficar sentado até o final da refeição.

– À la carte: semelhante ao serviço à francesa. A diferença é que os pratos já vêm montados da cozinha para serem servidos pelos garçons.

– Bolo com champanhe: é um jeito simpático e econômico de comemorar o casamento após a cerimônia civil/religiosa. Perfeito para quem tem um orçamento apertado, pois os custos são mínimos; porém, bem simples, pode deixar a desejar para quem busca algo mais marcante para celebrar a ocasião.

Compartilhe isso:

Adicionar comentário

http://www.faal.com.br